Quem filma com Nolan filma diferente, viu?

Alguém precisa dizer a Nolan que ele até pode ser o melhor cineasta em atividade, mas só faz mal a ele trabalhar acreditando nisso. Não era difícil entregar O filme de super-herói de todos os tempos. Mas transformar a conquista em meta para qualquer gênero apenas faz com que soe um artista de ego inflado.

Dunkirk não pega nem vaga da Sul-Americana entre os filmes de guerra, nem pódio no currículo do próprio Nolan — o diretor já esteve melhor em Interestellar, Inception e The Dark Knight.

É bom. É bem filmado. Tem sua importância histórica. É belo! Mas acaba por aí. De resto, parece coisa de um calouro que, no primeiro exercício, quer molejisticamente ensinar aos veteranos como é que se faz.

Na terceira conferida no relógio, percebi que o fã-clube havia me enganado mais uma vez. Se continuar assim, no dia que Nolan lançar o melhor filme de todos os tempos, ninguém vai acreditar.

Anúncios

Publicado por

Marlos Ápyus

Um cara simples

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s