Não era da minha conta

Os ataques à designer que oferecia moradia compartilhada em troca de cuidados ao filho dela partiram dos reaças, ou seja, dos antipetistas. Aposta minha: movidos pelo tom “feminista” do panfleto publicado, e como provocação à incoerência da esquerda, que tanto exige CLT dos patrões, mas rapidamente esquece dela quando do outro lado.

De início, concordei com a turba. Mas logo fui alertado, vejam só, por uma esquerdista. Lembrou-me que, se um lado queria oferecer aquela oportunidade, e o outro tinha pleno interesse nela e nas condições apresentadas, nada daquilo deveria ser da minha conta.

E, creiam, não era.

Anúncios

Publicado por

apyus

Um cara simples

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s