Calmaria deltaniana

Assumi que o caminho é acompanhar a reação de Deltan Dallagnol. Quando ele aponta risco à saúde da Lava Jato, corro à farmácia para comprar remédio. Ele continua reclamando, mas já foi bem menos contido.

A reversão da prisão de Vaccari soou um sinal de que enterravam a operação. Ou, ao menos, de que preparavam o terreno para absolverem Lula na segunda instância.

Moro sempre deixou claro: sem o medo da punição, não há delação, a investigação não avança, não tem cadeia, não tem Justiça. Por tudo o que STF aprontou recentemente, acabou o medo, acabou a Justiça.

Mas Deltan não está tão histérico. Sigamos com fé.

Anúncios

Publicado por

Marlos Ápyus

Um cara simples

Um comentário sobre “Calmaria deltaniana”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s